Google exibe pornografia para a busca 'mulher negra dando aula'

Por Metro Jornal

O Google se envolveu em mais uma polêmica relacionada aos resultados de busca. Foi identificado que a plataforma exibe, pelo menos desde o dia 1º de outubro, imagens de sexo explícito para os usuários que buscam "mulher negra dando aula".

Quem percebeu o caso foi a profissional de relações públicas Cáren Cruz, de Salvador (BA). Ela pesquisava algumas imagens para incluir em uma apresentação para uma empresa quando se deparou com a pornografia, segundo o site Universa.

As fotos são exibidas mesmo quando buscadas em uma aba anônimo. Resultados pornográficos também são apresentados para os internautas que buscam "mulher ruiva dando aula" e "mulher loira dando aula". Por outro lado, a pesquisa por "mulher dando aula" e "mulher branca dando aula" exibe imagens compatíveis ao significado da frase.

Posicionamento da empresa

Em nota, o Google manifestou pesar em razão do caso e ainda pediu desculpas àqueles que se sentiram impactados ou ofendidos. "Queremos oferecer resultados relevantes para os termos usados nas pesquisas e não temos a intenção de mostrar resultados explícitos para os usuários, a não ser que estejam buscando isso. O conjunto de resultados para o termo mencionado não está à altura desse princípio", afirmou.

Ainda segundo a empresa, se o internauta ativar o safesearch ("busca segura", em português), os resultados com contendo explícito não irão mais aparecer. Para saber como ativar o filtro clique aqui.

O Google disse também que o problema está sendo investigado e prometeu buscar uma solução para "aprimorar os resultados não somente para este termo, como também para outras pesquisas que possam apresentar desafios semelhantes". No entanto, não deu um prazo para a alteração.

Na semana passada, o Google se envolveu em uma outra polêmica com os resultados de busca para a palavra "professora". A ferramenta "Dicionário" exibia, sob a classificação de "brasileirismo", a seguinte definição: "prostituta com quem adolescentes se iniciam na vida sexual". Questionada, a empresa decidiu retirar o resultado.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo