Estações da linha 5- Lilás terão novo atraso

Por Fabíola Salani - Metro Jornal
Estação Eucaliptos está com as obras prontas - André Porto/Metro
Estações da linha 5- Lilás terão novo atraso

Há exatamente um mês, à rádio Bandeirantes, o secretário estadual de Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni, havia dado como certa a inauguração da estação Eucaliptos, da linha 5-Lilás do Metrô, até o fim de janeiro. Na mesma ocasião, disse que as paradas Moema, AACD-Servidor e Hospital São Paulo, da mesma linha, seriam abertas até o final deste mês. Mais uma vez, os prazos não serão cumpridos.

O secretário disse ontem ao Metro Jornal que a empresa Bombardier atrasou a entrega do sistema de sinalização que controla a partida e chegada dos trens, chamado CBTC, o que postergou a abertura da estação. “A Eucaliptos está pronta desde o dia 7 de fevereiro, mas estamos esperando o departamento de segurança da Bombardier liberar o sistema, que passou por testes, para começar a operar. Temos convicção de que vamos abrir a estação até o fim deste mês”, afirmou.

As outras três estações da linha também tiveram o prazo de abertura alterado, por causa do mesmo problema, segundo Pelissioni. “As obras civis da estação Moema devem acabar até o início de março. Ela, a Hospital São Paulo e a AACD-Servidor devem ser abertas até no máximo início de abril.”

Multas

Pelissioni disse que a Bombardier já tomou multas de R$ 12 milhões e o governo vai iniciar processo para aplicar punição de mais R$ 46 milhões, devido a atrasos no cumprimento de contratos do sistema CBTC e das portas de segurança que deveriam ter sido instaladas nas novas estações.

O Metro tentou entrar em contato com a Bombardier ontem, mas ninguém atendeu o telefone.

Loading...
Revisa el siguiente artículo