Alckmin envia ofício à ONU criticando relatório sobre falta de água

Por Tercio Braga
Alckmin criticou o conteúdo do documento, divulgado durante o período eleitoral | Antonio Cruz/Agência Brasil Alckmin criticou o conteúdo do documento, divulgado durante o período eleitoral | Antonio Cruz/Agência Brasil

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), enviou um ofício para a ONU pedindo que sejam corrigidas informações de um relatório, sobre a falta de água em São Paulo. Ele criticou o conteúdo do documento, divulgado durante o período eleitoral. A carta foi enviada ao secretário-geral Ban Ki-moon no dia nove de setembro, mas só veio à tona nesta terça-feira.

O estopim foi a visita, em caráter não oficial, de Catarina de Albuquerque, relatora especial para água e saneamento, em agosto. Na ocasião, ela afirmou que a crise era de responsabilidade da administração do estado e apontou falta de investimentos. Não houve, até o momento, uma resposta da ONU sobre o pedido de Geraldo Alckmin.

Leia também
•  Nível do sistema Cantareira volta a cair e atinge 3,3% da capacidade

Loading...
Revisa el siguiente artículo