Ideb da rede pública de São Paulo não é divulgado

Por lyafichmann
A Educação, entretanto, registrou a menor contribuição para o IDHM absoluto do país, passando de 0,278, em 1991, para 0,637, em 2010 | Apu Gomes/Folhapress - 19/08/2011 As notas da rede estadual também ficaram de fora | Apu Gomes/Folhapress – 19/08/2011

O Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) da rede pública da cidade de São Paulo não foi divulgado com a planilha com as notas dos municípios, publicada sexta-feira.

De acordo com o secretário municipal de Educação, Cesar Callegari, a prefeitura pediu a não divulgação porque a gestão anterior fez a transição do ensino básico de oito anos para o de nove anos, causando um quinto ano atípico.

A turma teria sido formada por um grupo de crianças de 7 anos da pré-escola que pularam o primeiro ano e foram direto para o segundo, além de alunos que repetiram o segundo ano.

Callegari afirmou que a intenção era não divulgar apenas os dados dos primeiros anos do ensino fundamental, mas as redes só tem a opção de divulgar todos ou nenhum dado.

As notas da rede estadual também ficaram de fora. Segundo o Inep, por conta de um erro do sistema, que deve ser corrigido nos próximos dias.

O Ideb é um indicador da educação nas redes privada e pública do país. Criado em 2007 pelo Inep, leva em conta o rendimento escolar dos alunos dos ensinos fundamental e médio, além do desempenho na Prova Brasil. A nota é dada em uma escala de 0 a 10.

Em 2013, o Estado de São Paulo ficou abaixo das metas propostas pelo MEC (Ministério da Educação) no ciclo final do ensino fundamental e no ensino médio. A nota para as turmas de 6o ao 9o ano foi de 4,7, a meta era de 5.

Já o ensino médio recebeu 4,1 pontos, quando precisava chegar aos 5. Apenas os primeiros anos do ensino fundamental ficaram acima da meta proposta, com 6,1.

Minas Gerais foi o que melhor se saiu no ensino fundamental. O únicos Estados que atingiram a meta no ensino médio foram Amazonas, Pernambuco, Rio de Janeiro e Goiás.

ideb

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo