82% dos paulistanos reprovam "rolezinhos" em shoppings

Por george.ferreira

A maioria dos paulistanos é contra a realização de “rolezinhos” em shoppings, de acordo com pesquisa do Instituto Datafolha, divulgada nesta quinta. Segundo o resultado, 82% dos entrevistados não aprovam o encontro de jovens nos centros comerciais. A pesquisa foi feita com 799 pessoas com mais de 16 anos de idade.

Apenas 11% aprovam o movimento, que é indiferente para 4%. Cerca de 2% dos entrevistados não souberam opinar a respeito. A margem de erro do estudo é de 4 pontos para mais ou para menos.

Se for considerada a faixa etária, 18% dos entrevistados que têm entre 16 e 24 anos aprovam os encontros, que são reprovados por 70%. A faixa mais conservadora é a dos que têm mais de 60 anos: 6% são favoráveis e 85%, contra.

De acordo com a pesquisa, a maioria dos entrevistados acredita que o intuito dos “rolezinhos” é provocar tumulto (70%), que os shoppings têm agido corretamente (80%), e que a polícia deveria agir no caso (73%).

A respeito da atitude de alguns centros comerciais, 73% dos entrevistados acham que eles não podem escolher seus frequentadores. Já para 72% os shoppings não agem com preconceito de cor de pele. Um grupo de 73% também acredita que esses locais são “a praia do paulistano”.

[poll id=”176″]

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo