Brasil Game Show traça perfil do jogador brasileiro em pesquisa Datafolha

Por Metro Jornal

Uma pesquisa do Instituto Datafolha, divulgada na quinta-feira (6) e encomendada pela Brasil Game Show (maior feira do setor na América Latina), mostra que quatro a cada dez brasileiros com 12 anos ou mais têm o hábito de jogar videogame.

O levantamento, que busca traçar um perfil deste público, foi feito com base em entrevistas com 2.446 pessoas de 145 municípios do país, com margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Apesar do senso comum apontar para uma predominância de homens jogadores, a diferença é pouca: 53% dos que possuem o hábito do videogame são homens, enquanto 47% são mulheres. A idade média do jogador brasileiro é de 30 anos.

As regiões Sudeste (44%) e Nordeste (28%) concentram o maior público, seguido do Sul (13%), Norte (8%) e Centro-Oeste (7%). Para o CEO da Brasil Game Show, Marcelo Tavares, a pesquisa é uma oportunidade de compreender melhor o mercado brasileiro. “Sempre foi um desafio encontrar dados que refletissem a realidade do mercado brasileiro de games, e o trabalho feito em parceria com o Datafolha muda totalmente o cenário.“

Preferências do jogador

Entre os que se consideram “gamers”, 80% dizem que os jogos são opção de entretenimento, diversão e passatempo. No questionamento, de multipla escolha, 22% disseram que jogam porque gostam, 11% para descansar e relaxar, 3% para exercitar a mente e a memória e 2% para interagir com amigos e parentes.

Os títulos de ação e aventura são preferência entre o público, seguido de esportes, estratégia e corrida. Cerca de 40% dos jogadores afirmam acompanhar algo sobre eSports, com destaque para homens mais jovens, de até 24 anos.

Loading...
Revisa el siguiente artículo