Saiba como se cuidar neste verão

Sol é fonte de vitamina D, mas a exposição excessiva traz sérios riscos à pele. Veja como se prevenir

Por Carlos Minuano - Metro Minuano
Fotos/ Pixabay
Saiba como se cuidar neste verão

O verão acabou de começar. Isso significa que está aberta a temporada de praia, piscina, esportes, atividades físicas e muito diversão ao ar livre. Tomar sol, além de gostoso, é importante, afinal, é fonte de vitamina D. Mas a exposição excessiva traz perigos à saúde, predispondo a doenças como o câncer de pele, por exemplo. Ou seja, é hora também de redobrar a proteção.

“Todos devem se proteger”, afirma Juliana Ominelli, oncologista clínica do Centro de Excelência Oncológica, do Grupo Oncoclínicas no Rio de Janeiro. “Não importa a idade, o sexo ou a cor da pele, devemos usar protetor solar diariamente, sempre que saímos de casa, mesmo que o dia esteja nublado”.

Até em dias de chuva é necessário se proteger, observa a dermatologista Cíntia Guedes Mendonça, especialista em dermatologia pela SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia). “No Brasil a quantidade de radiação ultravioleta é muito grande, isso faz com que mesmo com o tempo nublado ou chuvoso, o uso de protetor solar seja imprescindível”. Segundo ela, basta seguir uma regra bem simples: se é dia significa que tem sol e devemos proteger as áreas expostas (rosto, colo, braços, mãos, pescoço, por exemplo).

Tipos de proteção

A oncologista Juliana Ominelli orienta que fotoproteção e protetor solar são coisas diferentes. “O protetor solar é um dos meios de fotoproteção, que protege principalmente dos raios UV-B (raios ultravioletas que atingem as camadas mais superficiais da pele)”.

Mas há outros mecanismos de fotoproteção, como o uso de chapéu, óculos escuros, mangas longas ou ainda roupas com proteção UV. “Esses tecidos especiais protegem logo que os vestimos (diferente do protetor solar que deve ser aplicado, pelo menos, 30 minutos antes da exposição solar e reaplicado a cada 2 horas ou antes), diz a dermatologista Cíntia Guedes. Entretanto, a médica adverte que ainda não existe uma norma brasileira disponível para quantificar o fator de proteção das roupas.

Saiba como se proteger

Protetor solar: qual tipo e como usar?

O protetor deve ser aplicado 30 minutos antes da exposição solar e reaplicado a cada 2 horas. Em condições normais, o FPS (Fator de Proteção Solar) deve ser no mínimo 30 e ter proteção UVA (os raios que atingem as camadas mais profundas da pele). Se for praticar atividades físicas, deve ter FPS acima de 50 e resistência à água. Protetores em cremes diminuem a ardência nos olhos. Para uso corporal, loção e spray são boas opções.

 

Pode praticar atividades físicas no sol?

Para a prática de atividades físicas também deve-se usar protetor solar e reaplicá-lo com frequência maior do que nas atividades de lazer ou passeio. Também é importante ter mais atenção ao tempo de exposição solar. Outra dica importante é usar roupas de mangas longas, chapéus e óculos escuros, além de não realizar as atividades esportivas no período entre 10h e 15h. Ah, e não esqueça de beber bastante água e líquidos.

Todos óculos escuros têm proteção UV?

Não é possível testar a proteção dos produtos nas lojas. Por isso, a recomendação é checar se foram testados e aprovados pelo Inmetro. Óculos de lentes escuras sem a proteção contra raios UV podem aumentar a exposição aos raios nocivos. Ou seja, verifique a certificação e evite usar se for de origem suspeita. Para a proteção ocular adequada é recomendada uma proteção que absorva 99 a 100% de toda a radiação ultravioleta.

Roupas com proteção UV funcionam?

Com o avanço da tecnologia, hoje já é possível encontrar no mercado roupas capazes de absorver até 98% dos raios solares e minimizar o risco de manchas indesejadas e doenças de pele. Mas é importante checar se, de fato, possuem a proteção informada. Por isso, elas precisam de laudos e de uma certificação da Arpansa, o único órgão no mundo responsável por testar fator UV em roupas e acessórios, que fica na Austrália.

Existem outras formas de prevenir?

Além do protetor solar, é importante usar chapéu, roupas de mangas longas de algodão e óculos de sol durante as atividades ao ar livre. E não podemos esquecer de proteger as orelhas, lábios e o couro cabeludo, que são regiões comumente esquecidas. A hidratação também é fundamental: deve-se consumir no mínimo dois litros de água todos os dias. E vale reforçar: evite o sol nos “horários de pico” entre as 10h e 16h.

 

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo