Cai desempenho de escolas públicas do ABC no Enem

Lista de melhores colégios é recheada de unidades privadas

Por Cadu Proieti - Metro ABC
Divulgação/ Poliedro
Cai desempenho de escolas públicas do ABC no Enem

O que já não era bom, ficou ainda pior. É o que aponta o levantamento feito pelo jornal “Folha de S.Paulo” sobre o desempenho das escolas públicas do ABC no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) – este ano o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) decidiu não divulgar o ranking por escolas.

Dos 20 colégios mais bem avaliados, apenas dois são públicos: as Etecs (Escolas Técnicas) Júlio de Mesquita, em Santo André, e Lauro Gomes, em São Bernardo. Ambos são comandadas pelo Estado.

O ranking mostra queda no desempenho das duas unidades em relação ao último levantamento, divulgado no ano passado com dados de 2015 – ainda divulgado pelo Inep. A Lauro Gomes caiu da 7ª posição no ABC para a 17ª. Já a Lauro Gomes era a 14ª e agora é a 20ª. A Etec Jorge Street, de São Caetano, 16ª no último ranking, sequer aparece na lista deste ano. 

O topo da lista de 2017 permanece o mesmo do ano passado. O Villare, de São Caetano, é líder com pontuação média de 699,57. Ele é seguido pelo Liceu Jardim, de Santo André, e Termomecanica, de São Bernardo.

Divulgação

O Inep informou em setembro que não irá mais divulgar a média da nota do Enem por escola para atender sugestão antiga das equipes técnicas responsáveis pelo exame. Segundo o instituto, a lista das melhores escolas “foi supervalorizada pela mídia e pelas instituições de ensino, sobretudo as da rede particular”.

A “Folha de S. Paulo” utilizou microdados disponibilizados pelo Inep para formatar um ranking por escolas. 

Arte Enem ABC

      

Loading...
Revisa el siguiente artículo