Beber cerveja pode combater osteoporose em mulheres, aponta estudo

Por Metro Jornal

Um estudo mostrou que mulheres que bebem cerveja têm um risco menor que a média de sofrer com a osteoporose. Isso significa que tomar um copo dessa bebida com regularidade, a princípio, pode evitar que elas sofram com fraturas ósseas, por exemplo.

A pesquisa foi feita com 200 mil mulheres, em 2013, pelo NORA (National Osteoporosis Risk Assessment), nos Estados Unidos.

Leia mais:
Estudo revela que o cheiro do pum pode nos ajudar a viver mais tempo
Estudo sugere que sorvete pode deixá-lo ‘mais inteligente’

A medida em que o corpo envelhece, fica mais difícil preservar a densidade óssea. E nesse sentido, diz o estudo, a cerveja pode ser uma aliada maior que o leite ou as pastilhas de cálcio. Isso se deve aos múltiplos benefícios que a bebida pode trazer para a saúde, o que inclui a ajuda na recuperação depois de treinamento físico e outros.

Além desse estudo, o New England Journal of Medicine fez uma outra pesquisa com 12 mil mulheres que estão na terceira idade. O resultado também comprovou a eficácia da bebida.

"As mulheres que tomam entre meio e um copo de cerveja diariamente têm mais capacidade de cognição e uma menor degeneração cognitiva comparadas aquelas que não bebem cerveja" concluiu o estudo.

O fato da cerveja ajudar na saúde óssea da mulher se deve à presença do lúpulo, que é uma substância essencial para a fabricação da bebida. O lúpulo atua como um hormônio natural e ajuda na redução de síndromes antes da menopausa.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo