Doença rara a forçou operar o rosto dez vezes, agora ela é modelo e quer lembrar que 'todos somos lindos'

Por Victória Bravo

Ainda temos muito a fazer sobre a quebra de padrões de beleza, mas muitas pessoas já estão contribuindo e redefinindo o que significa ser bonito. Ilka Brühl, de 26 anos, é uma delas.

A alemã nasceu com displasia ectodérmica, uma desordem genética rara que afeta seu rosto e toda a sua estrutura facial. Seu rosto era partido ao meio e as vias respiratórias não estavam completamente formadas.

Segundo ela, viver com isso foi muito difícil. Sua autoconfiança foi praticamente nula durante a infância e adolescência, ela não pôde fazer amigos e passou por dez cirurgias para mudar o rosto.

Foto Reprodução / Sina Nikita Photography

Hoje, sua forma de se ver e viver mudou completamente porque ela decidiu que seu propósito nesta vida é compartilhar pensamentos positivos: “Eu quero lembrar a todos que eles são lindos”.

O que fez Ilka despertar e reconhecer sua beleza

Cansada de se sentir dessa forma, Ilka decidiu fazer sua primeira sessão de fotos: “Quando eu estava a caminho para me reunir com o fotógrafo, estive prestes a voltar várias vezes, porque estava com medo de que fossem rir de mim quando me vissem na vida real”, compartilha em suas redes sociais.

Foto Reprodução / Sina Nikita Photography

Ilka adorou o resultado e começou a posar para mais fotógrafos, se tornando uma modelo com mais de 3 mil seguidores nas redes sociais

Além da sua famosa página no Facebook, ela tem seu próprio site, onde compartilha sua história com mais detalhes narrativos e descreve seu grande projeto de ajudar os outros a construir uma autoestima saudável.

Foto Reprodução / Sina Nikita Photography

“Houve muita resposta positiva, o que me deu mais e mais coragem para me mostrar como sou. Pura e espontânea”.

Ela encoraja todas as pessoas que, por um motivo ou outro, têm um traço diferente, dizendo que há apenas uma maneira de ser feia: ter um caráter feio.

Confira mais fotos de Ilka:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo