Três razões pelas quais você se decepciona no amor

Por Metro Internacional

Algumas pessoas chamam de desgaste do relacionamento e outras acham que é só uma fase. Mas a verdade é que não é incomum que os casais pensem que se “enganaram” com o parceiro e acabem se decepcionando com os rumos que a relação tomou.

As razões abaixo podem parecer bastante óbvias, mas ajudam entender porque isso pode acontecer. Confira no artigo abaixo da Ph.D. Barbara Markway, traduzido e adaptado do site Psychology Today:

Confira três motivos que explicam porque suas relações não estão dando certo:

  1. As pessoas mudam

Todos nós sabemos desse aspecto em teoria, mas quando nosso parceiro começa a mudar podemos ficar paranóicos ou pensar que estamos sendo tratados injustamente.

Mudanças podem acontecer devido às circunstâncias. Veja este exemplo dado pela especialista:

“Jeanine ficou atraída por seu (agora) namorado porque ele era divertido e livre de preocupações. Ele a fazia rir, mas quando decidiu ir fazer uma pós-graduação, ela viu um lado sério dele que não havia conhecido. Ela queria beber assistindo Netflix no sofá como costumavam fazer. Agora ele tinha que estudar. Claro, ela estava orgulhosa dele e queria que ele tivesse sucesso. Mas ela também se sentia abandonada e sozinha.”

Alterações também podem ocorrer devido a razões de saúde. Por exemplo, uma cirurgia que deixe dores ou sequelas.

Reformule seu pensamento: Nem todas as mudanças são "ruins". Algumas alterações permitem que você seja mais criativo ou possa gerar benefícios. Por exemplo, se você não puder viajar com o seu parceiro no momento, pense que isso economiza alguns recursos financeiros que podem servir para outras coisas.

Perguntas para pensar: Que mudanças ocorreram em seu relacionamento? Como essas mudanças podem contribuir para algo positivo em seu relacionamento?

  1. O que inicialmente nos atrai pode ser o que um dia nos incomoda

Para explicar esse ponto a especialista lembra que ela adorava o apartamento adorável do seu namorado (hoje marido). Ela gostava dos jornais e livros espalhados pelo chão e achava que isso era um sinal de quão inteligente ele era. Contudo, em um momento ela passou a achar que isso era desorganização e a incomodava.

Todos podem encontrar coisas chatas semelhantes para dizer sobre o parceiro. Essas mudanças não são incomuns e não há nada com que se preocupar. Quando estamos no estágio do romance, tudo é filtrado através de lentes cor-de-rosa, de uma perspectiva positiva.

Reformule seu pensamento: nem tudo é um grande problema e, a longo prazo, são nossos valores mais profundos e compartilhados que fazem o relacionamento durar. Não a desorganização dos livros.

Perguntas para pensar: Qual as qualidades do seu parceiro e o que o irrita tanto? Você o admira secretamente de algumas maneira?

  1. Anexamos nosso "ego" ao nosso parceiro

Durante muito tempo os casamentos foram movidos por motivos socioeconômicos e as pessoas se casavam com pessoas que tivessem “mais a oferecer”. Segundo a especialista, ainda buscamos estar em um relacionamento com pessoas bem sucedidas e atraentes.

A aparência é importante na atração inicial, mas não é tudo. E se basearmos relacionamentos de longo prazo nesse tipo de aspecto, é preciso lembrar que as pessoas mudam. O envelhecimento trará mudanças na aparência. Se você namora alguém porque tem sucesso financeiro, lembre-se que todos podemos perder o emprego.

Reformule seu pensamento: é um mito que precisamos de alguém para nos completar. Basear nossa autoestima nas qualidades objetivas de nossos parceiros é uma maneira de nos desapontar. Lembre-se, é ótimo se orgulhar das conquistas de nossos parceiros, mas essas coisas são realmente fugazes.

Perguntas para pensar: Como nossa supervalorização no aspecto ou status do nosso parceiro pode exercer pressão sobre eles? Como poderia limitar seu crescimento e o crescimento de um relacionamento maduro entre vocês dois?

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo