Cortar carboidrato e gordura para emagrecer dá na mesma, aponta pesquisa

Por Metro Jornal

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Stanford, nos EUA, indicou que em uma dieta equilibrada, diminuir somente os carboidratos ou apenas as gorduras para emagrecer dá na mesma.

Foram acompanhados 609 pessoas adultas com sobrepeso, durante um ano. Metade do grupo passou esse tempo sob uma dieta saudável, mas com pouco carboidrato. A outra metade também seguiu a alimentação saudável, mas com baixo teor de gordura. A ideia era investigar se existia algum tipo de diferença entre as dietas.

Leia mais:
Alimentação e moradia são as principais despesas de quem mora em São Paulo
Descubra quais alimentos aceleram o metabolismo e ajudam a emagrecer

Ambas os grupos apresentaram a mesma média de perda de peso. A nutricionista Flávia Morais, da rede de produtos naturais Mundo Verde, diz que em uma dieta de emagrecimento realmente não é preciso cortar nenhum nutriente. "É melhor a moderação que a restrição. Retirando as gorduras saturadas e trans, já melhora muito. O que realmente faz a diferença é uma dieta equilibrada", explica.

Alimentos integrais

Para quem quer emagrecer, uma dica é substituir os alimentos refinados por integrais. Isso porque arroz integral tem mais fibras que o arroz branco, por exemplo. "Sem o processo de refinamento, o alimento preserva os nutrientes", diz Morais.

A fibra é uma importante aliada na luta contra o aumento de peso porque passa uma sensação de saciedade sem necessariamente engordar. Além disso, os integrais são ricos em outros importantes nutrientes, como vitaminas do complexo B, E, magnésio e proteínas.

Ultraprocessados

Salgadinhos, nuggets, suco em pó… Todos esses alimentos são grandes vilões para a saúde. Esses sim precisam ser excluídos do cardápio. Alimentos ultraprocessados são feitos com muito óleo, gordura, sódio e açúcares. Além disso, também já foi comprovado que eles podem gerar câncer.

"Descascar mais, desembalar menos: o ideal é trocar por alimentos que saciem essas vontades. A canela, por exemplo, ajuda a diminuir a vontade de comer doce", afirma a nutricionista.

Outra boa dica é beber bastante água. "Muitas vezes, a gente confunde a sensação de sede com fome. Com isso, acaba comendo ao invés de beber", diz Morais. Ela também afirma que a água é importante para eliminar as toxinas e fazer com que o organismo funcione melhor.

A dieta ideal para emagrecer

Uma mesma dieta universal para emagrecer simplesmente não existe. Os cientistas de Stanford constataram que a genética de cada um e os níveis de insulina não são determinantes no sucesso da dieta – ao contrário do que mostraram pesquisas anteriores.

"O ideal é procurar um profissional de nutrição, para adequar a dieta à necessidade da pessoa. Um atleta, por exemplo, não pode cortar carboidrato", afirma a nutricionista.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo