Produto usado nas batatas fritas do McDonald's pode curar a calvície

Por Metro Jornal
Justin Sullivan / Getty Images
Produto usado nas batatas fritas do McDonald's pode curar a calvície

Um estudo da Universidade Nacional de Yokohama, no Japão, chegou à conclusão de que um dos elementos químicos utilizado pelo McDonald's na hora de fritar as batatas pode curar a calvície e até fazer o cabelo crescer novamente.

Leia mais:
Os mosquitos te perseguem? Estudo aponta preferência por tipos sanguíneos
Por que não se deve esfregar o cabelo na toalha? Especialista explica

De acordo com o jornal britânico Daily Mail, testes em laboratório com ratos deram resultado positivo. Os animais receberam uma terapia de reversão da calvície com o uso de células-tronco de seres humanos, o que gerou novos folículos capaz de produzir pelos.

A descoberta da equipe japonesa foi conseguir produzir artificialmente os "germes do folículo capilar", que alimentam o desenvolvimento dos novos folículos. O segredo estava no elemento químico dimetilpolissiloxano: os vasos que continham a partícula começavam a regenerar.

"[O dimetilpolissiloxano] é muito permeável ao oxigênio e, por isso, o resultado foi muito bom, permitindo a criação de 5 mil folículos de cabelo simultaneamente. É uma técnica muito promissora. O cabelo regenerado tem o ciclo de vida de um cabelo normal. Todos os testes indicam que vai funcionar com células humanas também", explicou o professor Junji Fukuda ao Daily Mail.

O elemento químico é utilizado no óleo para fritar as batatas dos restaurantes da rede de fast-food. Ele é adicionado por questões de segurança, para evitar que o óleo espume.

A medicina capilar vem tentando reverter o processo de calvície há anos. Até então, uma das principais barreiras era a preparação desses germes em grande escala. Justamente por isso, essa terapia parece ter superado esse problema.

Loading...
Revisa el siguiente artículo