6 hábitos da cultura russa que você vai gostar de saber

Por Eliane Quinalia
Para os russos, o chá deve ser consumido com a colher dentro da xícara
6 hábitos da cultura russa que você vai gostar de saber

Os russos, assim como os brasileiros, sabem encontrar sempre formas criativas de vencer as dificuldades. Conheça agora seis desses truques que tornarão sua vida mais fácil e agradável:

Leve sempre um presente
Ao visitar um amigo, vizinho ou apenas conhecido, os russos geralmente levam consigo um pequeno mimo – seja chocolate, bolo, flores, etc. Não é o presente em si que conta, mas a lembrança.

Não tire a colher da xícara de chá
Na época soviética, as pessoas brincavam que os russos bebiam chá com o olho direito fechado, para não se machucarem com a colher usada para mexer.

Embora o hábito seja um mistério, é fato que, quando há uma colher dentro da xícara, a bebida tende a esfriar mais rápido.

Comemore o Ano Novo em dose dupla
Antes de 1918, os russos usavam o calendário juliano, que hoje acumula uma diferença de 13 dias em relação ao calendário gregoriano.

Embora a Rússia tenha adotado o último há muito tempo, o Ano Novo à moda antiga – ainda chamado de Ano Novo – continua sendo celebrado. No fim das contas, são duas festas e dois banquetes – e, é claro, duas chances de fazer desejos e promessas.

Tome sorvete mesmo no inverno

O frio, que persiste por meses na Rússia, não é desculpa para desistir de tomar sorvete. Em algumas cidades, as banquinhas da sobremesa permanecem abertas mesmo com a temperatura abaixo de zero.

Para evitar aquela sensação de gelo na garganta, muitos russos misturam o sorvete com um tipo de geleia muito consumida na região, a varenie.

Faça, mas faça na última hora
Os russos costumam terminar suas obrigações no último minuto disponível. Embora comecem devagar, sabem dar um gás no final para cumprir o prazo. Se, por um lado, isso indica a incapacidade de planejar-se com antecedência, por outro, é também sinal de uma tremenda habilidade de conclui algo às pressas.

Mantenha o otimismo
Com o desligamento anual de água quente por alguns dias, os verões gelados – especialmente o deste ano –, a crise financeira e muito mais, os russos aprenderam a lidar e encarar os problemas com otimismo. Enchem baldes de água, tiram o casaco do armário e economizam onde for possível. “O que não mata, engorda” é a chave da superação russa.

Loading...
Revisa el siguiente artículo