Forte e intenso, o preto combina com tudo e é tendência também na decoração

Nesta decoração por Marlon Gama, o preto foi combinado com branco/| Divulgação
Forte e intenso, o preto combina com tudo e é tendência também na decoração
Por: Metro Jornal

Que tal escurecer um pouco o ambiente? O preto é tendência em decoração e arquitetura para o inverno. Por mais que utilizar preto para decorar a casa possa parecer arriscado, a cor traz elegância e sofisticação para qualquer ambiente – e ainda por cima combina com tudo!

É o que diz o arquiteto e designer Leo Shehtman. Para ele, o preto pode aparecer em qualquer cômodo da casa, o importante é “saber harmonizar com tons claros para incorporar contraste ao ambiente” e evitar deixar o local muito escuro ou sombrio.

“[O preto] deve ser usado com cautela caso esteja presente num objeto muito marcante, como a cor de uma parede, para que harmonize com os demais objetos e mobiliários da casa, e combine com a personalidade do morador”,  diz Shehtman.

O arquiteto Marlon Gama reforça que, em excesso e mal utilizado, o preto pode acabar diminuindo os espaços, dando a impressão de cômodos menores e mais pesados.

Por isso, para não ter erro na hora de decorar, ele recomenda evitar o preto nas paredes do quarto, investindo em mantas e almofadas para a cama. Já no banheiro, Leo Shehtman sugere incorporar a cor com um papel de parede – “mas nunca no teto!”, alerta Gama. Na sala, vai bem um conjunto de prateleiras ou outros móveis pretos.

A cozinha também pode – e deve! – fazer parte da tendência: invista em azulejos, armários pretos ou mesmo bancadas no tom.

Não tenha medo de ousar, pois a grande vantagem da cor é sua versatilidade: ela combina com qualquer outra.

Para quem quiser uma decoração mais austera, por exemplo, Gama recomenda harmonizar o preto com branco, cinza e bege. Se preferir um ambiente mais alegre, mobílias e outros itens coloridos não podem faltar. Mas Gama defende que, para o equilíbrio perfeito no ambiente, “o ideal é sempre incorporar o preto junto com tons mais pastéis e claros”.

Mesmo assim, se você ainda estiver inseguro em apostar no preto, comece com outros tons para ir escurecendo aos poucos o ambiente. Marlon Gama dá a dica: “cinza chumbo, verde fechado, marrom chocolate e todas as variantes escuras desses tons, mas sempre fosco (sem brilho)!”. Ou, como sugere Shehtman, se preferir ir direto no preto, “comece com uma mesa, um armário, um tapete…para depois, quem sabe, abraçar um espaço maior”.

Loading...
Revisa el siguiente artículo