BMW trará o recém-inaugurado i3 ao Brasil já no ano que vem

Por Carolina Santos
Novo BMW I3 | Divulgação Novo BMW I3 | Divulgação

A modernidade ultrapassa cada vez mais barreiras no segmento automobilístico. E a prova disso é o mais recente lançamento da BMW que, nesta semana, apresentou oficialmente, de forma simultânea em eventos em Nova York (Estados Unidos), Londres (Inglaterra) e Pequim (China), o seu primeiro carro elétrico: o i3. Ainda que na Europa e nos Estados Unidos este tipo de veículo sustentável já esteja no mercado, a grande novidade é que a montadora alemã confirmou que em 2014 o i3 estará à venda no Brasil, ampliando os horizontes.

Montadoras como Chevrolet, Nissan, Tesla, Toyota, Ford, Honda, Mitsubishi e Smart trabalham em cima desta tendência no exterior há algum tempo. Entretanto, no Brasil, por diversos motivos, dentre eles a falta de postos de recarga para as baterias, as vendas ainda não emplacaram.

Com o intuito de mudar este panorama, a BMW promete um grande investimento para somar forças e contornar a baixa saída de veículos ecológicos no país.

As unidades que serão fabricadas na Alemanha começarão a ser vendidas na Europa a partir de novembro, com um preço estipulado de 34.950 euros (aproximadamente R$ 106 mil) – nos Estados Unidos o valor parte de US$ 41.350 (cerca de R$ 94 mil). Por aqui, o i3 ainda não teve seu preço confirmado, mas especula-se que chegue para o consumidor final por iniciais R$ 115 mil, a partir do segundo semestre do ano que vem, com três versões de acabamento.

O preço não parece nada convidativo para o mercado nacional. Porém, segundo a BMW, a sustentabilidade do carro, com o tempo, passará a impressionar os consumidores, assim como a necessidade por veículos que poluem menos. Dotado de um motor elétrico de 170 cv e 25,5 kgfm de torque alimentado por uma bateria de íon-lítio de 22 kW, o i3 é capaz de chegar a 100 km/h em apenas 7,2 segundos, por conta de seu baixo peso – a velocidade máxima atingida é de 150 km/h. Porém, a autonomia do elétrico será de apenas 160 quilômetros, precisando, depois disso, ser carregado em uma tomada doméstica, num posto de recarga, ou ainda por meio de um carregador da montadora, chamado de BMW iWallbox.

Loading...
Revisa el siguiente artículo