As fronteiras mais pacíficas da Europa em fotos

Por: Metro Jornal Internacional
Do lado esquerdo, a Bélgica; à direita, a Holanda | Valerio Vicenzo Do lado esquerdo, a Bélgica; à direita, a Holanda | Valerio Vicenzo

Com tanta especulação em volta da construção de muros para separar países, o fotógrafo italiano Valerio Vicenzo publicou o livro “Borderline – frontiers of peace” (“Limites – Fronteiras de Paz, em tradução livre), com as fotos que tirou das fronteiras mais pacíficas da Europa, onde não existem barreiras físicas separando os países e as pessoas podem circular livremente.

Na maioria do continente, e em todos os países visitados por Vicenzo, está em vigor o Acordo de Schengen que determina a livre circulação de pessoas, bens e serviços, de modo que foram abolidos os controles de fronteira entre as nações signatárias.

Com fotografias tiradas em todas as estações do ano, o livro demorou dez anos para ser concluído: são mais de 110 fronteiras visitadas, com cerca de 20 mil quilômetros percorridos, de Portugal a Bulgária, da Finlândia à Grécia.

Segundo Vicenzo, sua intenção era homenagear a conquista da liberdade de movimento na Europa. “A Europa esteve no centro da guerra mais mortal da história da humanidade, a Segunda Guerra Mundial. O pós-guerra provocou um choque e fez com que a prioridade do continente fosse evitar novos conflitos, por isso as fronteiras são tão pacíficas”, disse o fotógrafo ao Metro Jornal.

Para ele, a liberdade de circulação deveria ser um direito humano básico, apesar de considerá-la uma utopia atualmente. “Não podemos nos esquecer, porém, que há sessenta anos, a área de Schengen era utópica também. Meu projeto mostra uma utopia que virou realidade.”

Ele ainda afirmou se entristecer com as atitudes de alguns países de quererem construir muros para fechar suas fronteiras, como é o caso dos EUA com o México, de Israel com a Palestina e de alguns países europeus que querem barrar a entrada de refugiados. “Eu vi restos suficientes de barreiras de todo o tipo para não me indignar com novos muros e cercas. Estas novas barreiras contradizem o que a história nos ensinou.”

Entre a Polônia e a Lituânia está apenas o lago Vistytis | Valerio Vicenzo Entre a Polônia e a Lituânia está apenas o lago Vistytis | Valerio Vicenzo
Uma montanha serve de fronteira entre Alemanha e Áustria | Valerio Vicenzo Uma montanha serve de fronteira entre Alemanha e Áustria | Valerio Vicenzo
Deque separa Alemanha da Polônia | Valerio Vicenzo Deque separa Alemanha da Polônia | Valerio Vicenzo
Fronteira da Suécia com a Finlândia é na água | Valerio Vicenzo Fronteira da Suécia com a Finlândia é na água | Valerio Vicenzo
Fronteira entre a França e a Alemanha não tem demarcações | Valerio Vicenzo Fronteira entre a França e a Alemanha não tem demarcações | Valerio Vicenzo
Loading...
Revisa el siguiente artículo