Após polêmica sobre a cor do vestido, internet discute se é 'Laurel' ou 'Yanny'

Por Metro Jornal

Três anos após a polêmica sobre a cor do vestido (branco e dourado para uns e preto e azul para outros, entre outras variações), a internet tem um novo debate acalorado: afinal de contas, no áudio abaixo, você escuta "Laurel" ou "Yanny"? (a resposta está no fim do texto)

Segundo o jornal "The New York Times", a polêmica começou quando o estudante do ensino médio em Lawrenceville (nos EUA) Roland Szabo, de 18 anos, estava trabalhando em um projeto da escola e gravou a voz de um site de vocabulário faz uma pronuncia daquilo que está escrito.

Ao exibir sua pesquisa para a sala, a polêmica rapidamente se instaurou: enquanto algumas pessoas ouviam "Laurel", outras escutavam "Yanny". O debate foi tamanho, que alguns alunos criaram uma pesquisa no Instagram, que foi compartilhada amplamente no Reddit, Twitter e outros sites.

O debate

Para tentar explicar a confusão, o "The Verge" ouviu Lars Riecke, professor de audição e neurociência cognitiva da Universidade de Maastricht, na Holanda. Segundo ele, a capacidade de nosso ouvido escutar determinadas frequências muda ao longo da vida. Pessoas mais velhas tendem a ter a audição prejudicada e, como a palavra “Yanny” está uma frequência mais alta, ela fica mais clara para pessoas mais novas.

Outra especialista, pesquisadora do laboratório de percepção vocal da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, Jody Kreiman disse ao "The New York Times" que a confusão aumenta por que “os padrões acústicos da sentença estão no meio do caminho entre as duas palavras. As concentrações de energia para ‘Ya’ são similares às de 'La'. 'N' é similar ao 'R', 'Y' está próximo do 'L'”, explica.

A fim de comprovar a tese de que a mudança na frequência altera a forma como as pessoas ouvem "Laurel" ou "Yanny", o "NYT" fez um teste onde os internautas podem modular o áudio. Clique aqui para acessar o teste (página em inglês).

O vestido da discordia

Em fevereiro de 2015, a polêmica sobre a cor do vestido ganhou proporções épicas quando uma foto surgiu nas redes sociais com a seguinte inscrição: "Gente, por favor, me ajudem! Este vestido é branco e dourado ou azul e preto?".

A discórdia foi tão grande que até celebridades como Ellen DeGeneres, Taylor Swift e Kim Kardashian entraram na discussão.

Na época, um neurocientista entrevistado pela revista "Wired" explicou que o cérebro humano tenta compensar a variação cromática provocada pela mudança da luz do dia no decorrer do período e por isto as pessoas enxergam o vestido de maneira diferente.

Vestido da discórdia No fim das contas, segundo um estudo feito pela "BBC", o vestido da discórdia era mesmo preto e azul / Reprodução

Em tempo

Para esclarecer de uma vez por todas a polêmica: o termo pesquisado por Szabo no Vocabulary.com era "Laurel", uma palavra para uma grinalda usada na cabeça, "geralmente um símbolo de vitória."

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo