"Foi um erro meu", dirá Zuckerberg ao Congresso dos EUA após o escândalo do Facebook

Por Metro Internacional

O criador do Facebook, Mark Zuckerberg, irá assumir a responsabilidade pelo fracasso da rede social para proteger os dados privados de seus usuários e evitar o uso indevido deles. "Nós não fizemos o suficiente para impedir que essas ferramentas fossem usadas de forma maliciosa (…) Não tivemos uma visão ampla da nossa responsabilidade, e isso foi um grande erro. Foi meu erro e sinto muito", dirá Zuckerberg ao Congresso americano, de acordo com o texto de seu discurso divulgado nesta segunda-feira (9).

O CEO do Facebook deve comparecer perante um comitê do Senado e outro da Câmara dos Deputados para explicar o escândalo de manipulação política dos usuários da rede social.

A crise começou quando o Facebook compartilhou indevidamente dados de 87 milhões usuários  com a empresa de consultoria Cambridge Analytica.

Facebook notificará afetados

Todos os usuários do Facebook receberão, a partir de hoje, um aviso em seus feeds do Facebook com um link para ver quais aplicativos eles usam e quais informações eles compartilharam com esses aplicativos. Eles terão a possibilidade de eliminar aplicativos que não querem mais.

Na mesma notificação, os usuários que compartilharam seus dados com o Cambridge Analytica (CA) serão informados sobre essa situação.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo