Dormir durante o dia pode ser um sinal de alerta para o Alzheimer

Por Metro Internacional

Um estudo americano realizado com cerca de 300 aposentados concluiu que dormir durante o dia "é um sinal de alerta precoce da doença de Alzheimer."

Segundo o tabloide Daily Mail, a análise mostrou que as pessoas mais sonolentas têm maior placa amilóide no cérebro, uma das principais causas da doença.

Ainda de acordo com o estudo, publicado na revista JAMA Neurologyos, os especialistas estimam que o cérebro humano remove amilóide quando o corpo está dormindo, de modo que aqueles que têm um sono ininterrupto à noite e ainda assim tem de lutar para ficar acordado durante o dia pode ter uma maior quantidade de amilóide .

Todos os aposentados foram avaliados, entre 2009 e 2016, em torno de sua sonolência diurna e foram submetidos a pelo menos dois exames cerebrais. Todos os pesquisados possuem mais 70 anos e nenhum deles sofria de sinais de Alzheimer.

Os participantes que sofreram de sonolência diurna foram os mais propensos a mostrar acúmulo de amilóide, uma proteína pegajosa que se forma placas no cérebro.

Outros estudos também têm mostrado que pelo menos três em cada 10 adultos mais velhos dormem durante o dia e muitas vezes têm "ataques de sono".

A Dr. Barbara Bendlin da Universidade de Wisconsin-Madison, uma das principais pesquisadores do trabalho, destacou que "é possível que a intervenção precoce para as pessoas em risco de doença de Alzheimer pode prevenir ou retardar o aparecimento da doença".  Ela também explicou que "já existem muitas formas eficazes de melhorar o sono".

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo