Estudo revela o único país do mundo que poderia sobreviver a um apocalipse zumbi

Por Metro Internacional

Após o sucesso da série “The Walking Dead”, muitas pessoas se questionam com a seguinte pergunta: como seria um apocalipse zumbi? Um grupo de pesquisadores brasileiros decidiu levar essa dúvida a um nível mais sério e realizou um estudo sobre o tema.

O grupo de especialistas da Universidade Federal de Juiz de Fora se colocou neste cenário hipotético, compartilhando os detalhes da pesquisa no arquivo digital ArXiv.

A respeito, afirmaram que "pode-se argumentar que os zumbis são seres fictícios, e como tal não faz sentido modelar um surto (do vírus). Mas mesmo se um apocalipse zumbi  acaba por ser algo que só acontece nos filmes, aprender a modelar matematicamente este tipo de cenário pode ser muito útil. "

No estudo, eles detalhavam que a "quantidade inicial de militares é fundamental para a sobrevivência humana", indicando que deve haver pelo menos 47 soldados por mil civis, o que determina que apenas um país do mundo poderia sobreviver: a Coréia do Norte.

A nação liderada por Kim Jong-un tem uma média de 47,7 militares por cada mil pessoas, conseguindo cumprir a estimativa. Apesar disso, as perspectivas para Pyongyang também não seria muito encorajadora, já que apenas 12% da população sobreviveria.

Claro, eles disseram que se a população civil de um país for forte, eles podem confrontar os zumbis.

"Pessoas fortes podem evoluir até serem capazes de lidar com um surto de zumbis e lutar pela sua sobrevivência por conta própria", disse o estudo, que também acrescentou que "a melhor maneira de garantir nossa sobrevivência depende de nós mesmos".

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo