Pesquisadora da USP cria chocolate que diminui os riscos de desenvolver câncer

Por Metro Jornal
Divulgação
Pesquisadora da USP cria chocolate que diminui os riscos de desenvolver câncer

Um novo chocolate, desenvolvido por uma pesquisadora da USP (Universidade de São Paulo), promete ser, além de delicioso, um importante aliado a saúde. É que a novidade contém micro-organismos probióticos que melhoram as funções gastrointestinais, reduzem o risco de constipação e o desenvolvimento de várias doenças como o câncer de cólon.

Os probióticos utilizados, o Lactobacillus acidophilus e o Bifidobacterium animalis, são semelhantes aos presentes no organismo humano. Entretanto, o grande desafio da pesquisadora, Marluci Palazzolli da Silva, foi encontrar uma maneira de manter esses organismos, geralmente encontrados em derivados de leite, vivos em outros produtos.

O produto, do tipo meio amargo, também poderá ser consumido por pessoas com intolerância à lactose, alérgicos ou com restrição de proteína animal. E o gosto também parece agradar: depois de pronto, o chocolate foi testado por 100 provadores e conquistou a nota sete em uma escala de nove pontos.

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo