Em "Relógio do Juízo Final", faltam 2 minutos para apocalipse

Por Ansa
REUTERS/Leah Millis
Em "Relógio do Juízo Final", faltam 2 minutos para apocalipse

O simbólico "Relógio do Apocalipse" foi adiantado por cientistas em meio minuto nesta quinta-feira (25), por conta das respostas ruins dos líderes mundiais em relação a uma possível guerra nuclear.

Conhecido em inglês como "Doomsday Clock", seu ponteiro agora marca 23h58, o que significa que desde a Guerra Fria nunca a humanidade esteve tão próxima de ser totalmente destruída.

Esta foi a segunda vez que o relógio foi avançado desde a eleição do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em 2016. O marcador foi criado pelo Comitê do Boletim de Cientistas Atômicos.

"Retórica hiperbólica e ações provocativas em ambos os lados aumentaram a possibilidade de uma guerra nuclear por acidente ou erro de cálculo", disseram os cientistas, relacionando as ameaças trocadas entre Coreia do Norte e Estados Unidos.

Em nota, os cientistas afirmaram que o adiantamento foi feito por conta de diversos acontecimentos pelo globo. Além da iminente ameaça de uma guerra nuclear, há tensões sobre o disputado mar do Sul da China e as severas mudanças climáticas.

"A diplomacia internacional foi reduzida a xingamentos, dando um senso surrealista de irrealidade que torna a situação da segurança mundial ainda mais ameaçadora", afirmou o grupo de cientistas.

Loading...
Revisa el siguiente artículo