Cientistas criam músculo de proveta feito com células da pele

Por Ansa
Divulgação
Cientistas criam músculo de proveta feito com células da pele

Um grupo de cientistas da Universidade de Duke, nos Estados Unidos, conseguiu criar tecido muscular a partir de células-tronco encontradas na pele e no sangue humano.

Segundo o estudo publicado nesta terça-feira (9) na revista "Nature Communications", a nova técnica permitirá o cultivo de mais células, além da investigação de doenças raras, como a distrofia muscular de Duchenne.

Coordenados por Nenad Bursac, os pesquisadores usaram células-tronco adultas tiradas de tecidos não musculares, como da pele e do sangue. Após a reprogramação das células para voltarem ao seu estado original, elas são bombardeadas com uma molécula, que vai dar instruções para ocorrer a transformação em tecido muscular.

Depois de duas a três semanas, as células "musculares" se contraem e reagem a estímulos externos, como impulsos elétricos e sinais químicos. No entanto, o músculo criado é mais fraco que o tecido muscular original, mas, de acordo, com os cientistas, eles têm potencial.

O primeiro teste foi realizado em camundongos adultos. As células sobreviveram e se integraram no tecido muscular dos animais. "A hipótese de estudar doenças raras é especialmente estimulante para nós", explicou Bursac.

Em 2015, o mesmo grupo de pesquisa já havia obtido tecido muscular, mas a partir de biópsias musculares e não da pele.

Loading...
Revisa el siguiente artículo