Apple remove vários aplicativos, incluindo o Skype, da China

Por Reuters
REUTERS/Elijah Nouvelage
Apple remove vários aplicativos, incluindo o Skype, da China

A Apple disse nesta terça-feira que removeu vários aplicativos, incluindo o serviço de ligações e mensagens Skype, da Microsoft, de sua loja de aplicativos na China, depois que o governo do país apontou violações das leis locais.

“Nós fomos notificados pelo Ministério da Segurança Pública que uma série de aplicativos de protocolo de voz sobre Internet não cumprem a lei local, portanto, esses aplicativos foram removidos da App Store na China”, disse uma porta-voz da Apple à Reuters.

A remoção de aplicativos levou a reclamações de vários usuários chineses que não conseguiram pagar os serviços da Skype por meio da Apple, informou o New York Times, acrescentando que a interrupção começou em outubro.

O Skype se soma à lista de plataformas de Internet, que já inclui os serviços do Google, da Alphabet, Facebook e Twitter, inacessíveis para usuários na China.

Nos últimos anos, Pequim definiu uma série de leis e regulamentações que levantaram preocupações de empresas estrangeiras que tentam expandir sua base de usuários no gigante asiático.

No ano passado, o governo chinês regulamentou a publicação online para controlar a Internet, pois percebe a Internet como um domínio crucial para controlar a opinião pública e eliminar o sentimento contra o governo.

A Microsoft não respondeu de imediato aos pedidos de comentário.

Loading...
Revisa el siguiente artículo