COVID-19: para evitar contágio, Espanha recomenda sexo em espaços abertos

Por Brenno Quadros

A COVID-19 não é uma doença sexualmente transmissível. Entretanto, seu contágio se dá pelo trato respiratório.

Segundo o Infobae, a Agência de Saúde Pública de Barcelona, ​​na Espanha, elaborou um guia com uma série de recomendações para manter relações sexuais seguras em tempos de pandemia.

“Sabemos como diminuir as infecções sexualmente transmissíveis com preservativos e vacinas e, às vezes, no caso do HIV, com tratamentos preventivos. Agora também temos que estar atentos ao fato de que o coronavírus se transmite pela via respiratória.”- Explica o guia.

Embora não haja evidências suficientes de que a doença seja transmitida através do sexo vaginal ou anal, durante uma relação sexual é fácil ser exposto à saliva, que transmite o vírus. Portanto, uma das principais recomendações é não beijar pessoas com quem você não mora e minimizar as relações com não parceiros.

Pesquisadores chineses descobriram que o coronavírus pode permanecer no sêmen, embora isso não prove que o vírus pode ser transmitido sexualmente. Se as práticas de sexo oral-anal forem mantidas, é recomendado o uso de preservativos.

O guia também afirma que o espaço onde você faz sexo é importante e que, para reduzir o risco de contágio, é melhor que as relações sejam mantidas em espaços amplos, abertos e bem ventilados.

No caso de ter relações sexuais com coabitantes, o risco é baixo, desde que não apresentem sintomas e não tenham sido expostos ao vírus. Em vez disso, o guia recomenda minimizar as relações sexuais com não parceiros.

Sobre a existência ou não de práticas sexuais seguras, asseguraram que predominam aquelas em que não existe contato físico com outras pessoas, como masturbação pessoal, sexting ou encontros sexuais virtuais.

Quais são as medidas de higiene que as pessoas devem considerar depois de fazer sexo? Recomenda-se tomar banho ou lavar as mãos com água e sabão pelo menos 20 segundos antes e depois do sexo. Por outro lado, lave os brinquedos sexuais com água e sabão, se usados, e desinfete teclados e telas, se forem compartilhados com alguém. Também é recomendado que pessoas sexualmente ativas usem preservativos.

Existem posições sexuais seguras para minimizar o risco de exposição? A posição mais segura seria a abordagem posterior, ou seja, as costas de uma pessoa contra o peito da outra, de forma que os rostos não ficassem de frente um para o outro.

Loading...
Revisa el siguiente artículo