Negligência: Pet shop ‘esquece’ cachorro e dona entra em desespero

Por Leandro Luz

Já pensou se acontecesse de você deixar seu cachorro no pet shop, acreditando que está em um lugar seguro e de repente notar que na verdade ele foi esquecido?

Esta é a denúncia feita pela moradora de Santos, no litoral paulista, Alline Selera, que em 8 de agosto, teve seu cachorro, Nick, deixado pela mãe, às 14h, em um estabelecimento da região para seu típico banho e tosa.

Alline relata que após duas horas do pet estar no local, ela os contatou e questionou se o serviço já havia sido finalizado, mas como não tinha sido concluído, deixou seu telefone para que o pet shop retornasse a ligação.

Sem nenhuma resposta, por volta das 18h, Selera voltou a ligar e como ninguém atendia, desesperada, foi até o local e para sua surpresa, negativa, o empreendimento já estava fechado. Alline comenta que o local divulga que encerra suas atividades às 19h, porém chegou às 18h40 e já não havia nenhum funcionário.

Comovida com a situação da jovem, uma vizinha forneceu o telefone de um dos responsáveis pelo pet shop, que chegou ao local e não se pronunciou, mesmo Alline tendo dito que registraria uma denúncia na delegacia.

Por fim, a moradora comenta que somente às 19h40 que o dono do pet shop chegou e que seu cachorro estava em uma sala escura, sem água e comida. Em linhas gerais, trata-se de mais um caso de negligência por parte de um negócio.

Loading...
Revisa el siguiente artículo