Líder religioso que culpava homossexuais pela pandemia testa positivo para a COVID-19

Por Brenno Quadros

O Patriarca Filaret, um conhecido líder religioso ortodoxo da Ucrânia, testou positivo para a COVID-19, segundo informou o 24 Horas.

Alguns meses atrás, o líder havia causado muita polêmica por suas declarações homofóbicas. Em uma entrevista à televisão, FIlaret culpou o casamento gay pela disseminação do coronavírus no mundo.

Os ditos do craniano foram amplamente repudiados por coletivos LGTB e pela Anistia Internacional, que afirmou que "esse tipo de declaração é muito prejudicial porque pode causar um aumento de ataques contra a população que sofre descriminação.”

Atualmente com 91 anos, Fliaret está hospitalizado com pneumonia, causada pelo coronavírus. Seu quadro é considerado estável.

“Pedimos que continuem a orar por Sua Santidade, o Patriarca Filaret, para que o Senhor Todo-Poderoso e Misericordioso o cure”, apelou a Igreja Ortodoxa, através de um comunicado oficial.

Loading...
Revisa el siguiente artículo