Família de médica mordida por cobra em cachoeira faz vaquinha para pagar tratamento

Por Metro Jornal

A médica Dieynne Saugo foi mordida por uma cobra jararaca há cerca de 8 dias quando tomava banho em uma cachoeira na cidade de Nobres, no Mato Grosso.

A cobra caiu da cachoeira na cabeça dela e a mordeu duas vezes, no pescoço e no braço. Ela foi imediatamente levada a um hospital da cidade e depois transferida para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde um teste revelou que ela também havia contraído covid-19.

O tratamento e o translado de avião para São Paulo ficaram bastante caros e a família criou uma vaquinha virtual para ajudar com os custos. Até o momento, ela arrecadou R$ 129 mil, mas a meta é R$ 300 mil, já que só a internação deve custar pelo menos R$ 200 mil.

Dieynne passou por uma cirurgia no braço em são Paulo e seu quadro de saúde está evoluindo positivamente, segundo seus familiares.

Um amigo da médica filmou o momento em que a cobra cai sobre ela. Veja o vídeo:

Loading...
Revisa el siguiente artículo