Em plena pandemia: resgatam casal terraplanista que navegava em busca do fim do mundo

Por Brenno Quadros

Já sabemos que a Terra é redonda há mais de dois mil anos. Entretanto, nos últimos tempos, é possível notar um aumento no grupo de pessoas que dizem acreditar que a Terra é… Plana.

É isso mesmo que você leu: a Terra Plana é um fenômeno que veio para ficar e, cinco séculos após a morte de Cristóvão Colombo, essa crença bizarra em um planeta em forma de disco vem retomando um vigor que poucos teriam imaginado.

Segundo o jornal El Clarín, da Argentina, apenas 66% dos jovens estariam convencidos de que a Terra é redonda. Ou seja: 34% dos jovens acreditam que a Terra é plana. Com todo o avanço da ciência, das viagens espaciais, o dado torna-se ao mesmo tempo assustador e cômico.

Terra 2 Reprodução / El Clarín

Um casal italiano – pertencente ao grupo dos 34% – teve que passar várias semanas em quarentena depois de ter decidido fazer uma viagem com um único objetivo: provar ao mundo que a Terra é plana. Isso enquanto o resto da Itália estava confinado como medida de proteção contra o coronavírus.

Os dois teriam tentado navegar do porto da ilha de Lampedusa (entre a Sicília e o Norte de África), para provar que a Terra tem um 'fim' e que vivemos em um mundo em forma de disco. No entanto, eles se perderam com seu navio no mar Mediterrâneo.

A sorte do casal foi um tal Salvatore Zichichi, que trabalha no Ministério da Saúde da Itália, que os resgatou, ajudando-os a usar uma bússola para navegar de volta para o porto:

“O engraçado nisso é que eles usaram uma bússola, que funciona de acordo com o magnetismo da Terra, um conceito que, como pessoas que acreditam na Terra plana, eles deveriam rejeitar”, declarou Zichichi.

O casal foi devolvido à Itália, onde teve de passar várias semanas em quarentena.

Loading...
Revisa el siguiente artículo