Universidade alemã oferece mais de R$10 mil a pessoas dispostas a 'não fazerem nada'

Por Brenno Quadros

Uma universidade alemã está oferecendo “bolsas de ociosidade” para candidatos que estão seriamente comprometidos em… Não fazer nada.

Recentemente, a Universidade de Belas Artes de Hamburgo anunciou três vagas de bolsa de 1.600 euros (ou R$10.000, na cotação atual do Real) para os candidatos em participar do experimento social inusitado.

Segundo o The Guardian, os interessados podem enviar suas propostas de forma anônima até o dia 15 de setembro e terão que convencer um júri de que a área escolhida de ‘inatividade ativa’ é particularmente impressionante ou relevante.

nada Reprodução / The Guardian / gollykim / Getty

O formulário de inscrição consiste em apenas quatro perguntas: O que você não quer fazer? Por quanto tempo você não quer fazer isso? Por que é importante não fazer isso em particular? Por que você é a pessoa certa para não fazer isso?

“Não fazer nada não é muito fácil.”, declara Friedrich von Borries, um arquiteto e teórico de design que criou o programa. “Queremos nos concentrar na inatividade ativa. Se você disser que não vai se mover por uma semana, isso é impressionante. Se você sugerir que não vai se mover ou pensar, isso pode ser ainda melhor.”

A ideia por trás do projeto surgiu de uma discussão sobre a aparente contradição de uma sociedade que promove a sustentabilidade, ao mesmo tempo em que valoriza o sucesso profissional. “Este programa de bolsa de estudos não é uma piada, mas um experimento com sérias intenções – como você pode virar uma sociedade que está estruturada em torno de realizações e mais realizações na sua cabeça?”

A universidade só vai liberar a bolsa mediante a entrega de um ‘relato de experiência’, em janeiro de 2021 – embora Von Borries afirme que a bonificação financeira não dependa do impacto do programa e que aquele que não cumprir sua promessa de indolência não seria punido.

Os candidatos são livres para determinar a duração de sua inatividade. “Se você disser que não vai dormir, só poderá fazer isso por alguns dias.”, comentou Von Borries. “Mas se você disser que não vai comprar nada, por exemplo. Isso é algo que você poderia sustentar por muito mais tempo.” – Conclui.

Todas as inscrições farão parte de uma exposição que será inaugurada na Universidade de Hamburgo em novembro, que será estruturado em torno da pergunta: “O que posso evitar para que minha vida tenha menos consequências negativas na vida de outras pessoas?”

Loading...
Revisa el siguiente artículo