Migrante dá à luz em helicóptero de resgate na Itália

Mulher estava sendo levada da ilha de Lampedusa até hospital na Sicília, mas parto ocorreu em meio à viagem

Por Metro Jornal com Ansa

Uma migrante de nacionalidade não divulgada foi resgatada por um helicóptero de serviços de emergência na Itália. A mulher, que estava grávida, chegou ao continente europeu pela ilha de Lampedusa, situada no Mediterrâneo Central.

Ela, no entanto, entrou em trabalho de parto e não pôde esperar até o helicóptero chegar ao hospital. Nesta terça-feira (1º), seu bebê, um menino, nasceu enquanto voava nos ares italianos, em parto auxiliado por profissionais de saúde que participavam do resgate.

Profissional de saúde segura bebê após parto em helicóptero Profissional de saúde segura bebê após parto em helicóptero / Reprodução

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

LEIA MAIS:
1,4 milhão de alunos voltam às aulas nesta terça em Wuhan, China
Ed Sheeran anuncia nascimento da primeira filha

Tanto a mãe quanto o bebê estão internados no Hospital Cervello, em Palermo, capital da Sicília. A mulher ainda testou positivo para a covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Autoridades sanitárias não divulgaram informações sobre o estado de saúde da dupla.

"Para nós, o direito à saúde de todos é a única estrela polar", disse o secretário de Saúde da Sicília, Ruggero Razza. Situada a cerca de 100 quilômetros em linha reta da Tunísia, Lampedusa é a principal porta de entrada para migrantes e refugiados na Itália.

Desde o início de 2020, o país já recebeu 19.379 deslocados internacionais via Mediterrâneo, segundo o governo. Isso representa um crescimento de 270% em relação ao mesmo período do ano passado.

Loading...
Revisa el siguiente artículo