Mochileiro picado por aranha quase tem perna amputada

Por Metro Jornal

O mochileiro Andrew Hodges, 56 anos, estava trabalhando em um restaurante no Camboja quando foi mordido por uma aranha no meio da noite.

Ele diz não ter lembrança do que ocorreu naquela noite, mas passou a sofrer dores horríveis no local, sofrer desmaios, ter alucinações e sua perna inchou tanto que chegou ao dobro do tamanho da normal.

Hodges contou que acordou no hospital com os médicos querendo cortar a sua perna, pois as feridas causadas pela reação ao veneno eram tão horríveis que não podiam ser tratadas.

Diante da notícia de que perderia a perna, ele resolveu fugir do hospital e continuar seu tratamento em casa, com ajuda de amigos e com antibióticos.

As feridas demoraram 8 meses para se curarem e agora, apesar de curado, ele não pode voltar para casa por causa da pandemia.

Com informações do Daily Mail.

Loading...
Revisa el siguiente artículo