Moradores de Brasília pedem que cobra Naja fique em zoo na cidade

Por Metro Jornal

Moradores de Brasília têm solicitado à Ouvidoria Geral do Distrito Federal que a rara cobra Naja kaouthia permaneça no zoológico da cidade para visitação pública.

A cobra foi apreendida atrás de um shopping da cidade após ter picado o estudante de veterinária Pedro Henrique Santos Krambeck Lehmkul, que quase morreu no acidente. E foi através deste caso que a Polícia Ambiental desarticulou um esquema de tráfico de animais exóticos.

Ao todo, 16 cobras raras foram encontradas com o grupo do qual o estudante fazia parte, algumas delas consideradas as mais venenosas do mundo. Elas ficavam acondicionadas em caixas de plástico para facilitar sua manipulação.

As pessoas que encaminharam a solicitação à Ouvidoria se prontificaram a fazer uma vaquinha virtual para construir um recinto especial para a cobra. Elas também entraram em contato com o zoo para garantir que a visitação no local irá aumentar assim que acabar o isolamento devido à pandemia de coronavírus.

Loading...
Revisa el siguiente artículo