Casal tem problemas no cartório para registrar filho como ‘Lúcifer’

Por Metro Jornal

O casal britânico Dan e Mandy Sheldon, de Derbyshire, na Inglaterra, foi ao cartório para registrar seu filho, de 4 meses, e teve uma surpresa diante do olhar horrorizado da funcionária e da tentativa de impedi-lo de fazer o registro. O nome escolhido: Lúcifer.

De acordo com o casal, a mulher ficou apavorada e disse que o garoto nunca conseguiria um emprego na vida e que os professores também evitaria ensiná-lo, porque esse é o outro nome do diabo.

O casal tentou explicar para a atendente que não era religioso e que Lúcifer, em grego, significa ‘portador de luz’ e ‘manhã’, mas não conseguiu convencê-la a efetuar o registro.

O caso acabou nas mãos do oficial de registro, que foi consultado e deu a permissão. Segundo os pais, ainda assim ela o fez de má vontade e com a cara fechada. Eles registraram uma queixa contra o cartório junto às autoridades locais.

O nome Lúcifer, em referência ao diabo, foi visto pela primeira vez em 1611, na Bíblia King James.

Com informações do The Sun.

Loading...
Revisa el siguiente artículo