Mulher de 102 anos sobreviveu à gripe espanhola, dois cânceres e ao coronavírus

Por Metro Jornal

Dizem que um gato tem sete vidas, mas têm pessoas que também devem ter algumas vidas sobrando. Não há outra explicação para alguém que enfrentou duas pandemias, teve câncer duas vezes e venceu a todos.

Mildred “Gerry” Schappals, uma norte-americana de New Hampshire,  era apenas um bebê quando foi diagnosticada com gripe espanhola, em 1918. Ela e sua mãe. O médico disse ao marido que as duas não sobreviveriam, mas contra o diagnóstico e toda a estatística, venceram a doença que matou cerca de 500 milhões de pessoas em todo o mundo.

Gerry cresceu, estudou, se formou e tornou-se professora. Muitas décadas mais tarde, quando se aposentou, foi diagnosticada com câncer de mama e depois, de cólon. Lutou muito e também sobreviveu a esse desafio.

Agora, com 102 anos, enfrentou a morte mais uma vez com a pandemia de coronavírus, que a manteve hospitalizada por várias semanas, e também contra a estatística médica, sobreviveu.

“ Eu sempre me senti com sorte. Eu nunca tive problemas em minha vida”, disse ela.

Com informações do Boston 25 News

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo