Jovem come sashimi e acaba com verme vivo na garganta

Por Metro Jornal

Uma jovem de 25 anos com o que supunha ser uma infecção na garganta resolveu buscar ajuda médica no hospital internacional St. Lukes, em Tóquio.

Apesar da dor e da irritação, os exames de sangue da jovem deram normais, mas uma checagem mais detalhada da garganta da moça revelou um nódulo preto em uma das amígdalas. O médico resolveu colher um pedaço para análise e descobriu que não era pele morta ou necrosada, mas um verme vivo enterrado na parede do órgão.

O verme, de 38 mm de comprimento por 1 mm de largura, foi retirado e descobriu-se que tratava-se de uma lombriga neomatóide, geralmente adquirida por ingestão de carne ou peixe crus. A moça confessou ao médico que havia comido sashimi dias atrás.

LEIA MAIS:
Novo surto de ebola no Congo tem 50 casos confirmados, diz OMS

O caso foi publicado no American Journal of Tropical Medicine and Hygiene e os autores da publicação disseram que embora esse tipo de infecção seja rara, o número de casos aumentou em todo o mundo com a popularização de pratos como o sushi e sashimi.

De acordo com a publicação, a mulher se recuperou rapidamente após a extração do verme.

Com informações do Metro.co.uk.

Loading...
Revisa el siguiente artículo