Sem-teto marcava encontro no Tinder para ter onde dormir

Por Metro Jornal

Sem-teto e morando nas ruas de Londres, a britânica Chlöe Florence usou de um artifício no mínimo inusitado para garantir uma noite de sono em um lugar limpo e seguro. Através do aplicativo Tinder, ela marcava encontros com mulheres para ter onde passar a noite.

Ela contou que usou esse método por sete anos. De dia, ia aos shoppings para roubar roupas ou tomar banho nos banheiros públicos. À noite, quando tudo dava certo, passava a noite com alguma usuária do aplicativo em um hotel ou na casa dela. Quando não funcionava, dormia no transporte público, passava a noite em alguma lanchonete 24h ou tentava entrar de penetra em festas que virassem a noite.

LEIA MAIS:
Pandemia cancela o maior festival de swing da Europa
Petshop tinha entrada escondida para bar clandestino

"Eu estava apenas vivendo minha vida, sobrevivendo de um encontro difícil a outro no Tinder", disse.

Pouco antes de começar a pandemia, ela conseguiu por meio de uma entidade LGBTQ+ um lugar para morar.

Com informações do Metro.co.uk.

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo