Projeto social já transferiu R$ 82 milhões para mães de favela

Ação da Cufa (Central Única das Favelas) conta com ajuda de empresas

Por Aqui na Band

Convidado do Aqui na Band nesta semana, Francisco Pereira, presidente da Cufa (Central Única das Favelas), falou sobre como o projeto ‘Mães da Favela’ tem ajudado as mulheres que não tem conseguido gerar renda neste momento de pandemia e precisam sustentar a família.

“Você tem hoje, por exemplo, as ‘Mães da Favela’ que 87% não tem como fazer renda para sustentar seus filhos”, afirmou Francisco que também evidenciou as diferenças sociais, “Porque enquanto uma mãe que trabalha vai fazer home-office, a mãe da favela está preocupada com a comida que ela vai ‘botar’ no prato do seu filho hoje”, acrescentou.

VALE BANNER 1500x1250

O projeto conseguiu com auxílio de outras empresas arrecadar quase R$ 82 milhões e ajudar dois milhões de mães de maneira rápida e sem burocracia. “Nós conseguimos fazer um processo de transferência de renda para as mães sem nenhum processo de fila, sem burocracia, sem tumulto e em tempo rápido. Isso, no país todo”, concluiu.

Francisco Pereira disse ainda que é fundamental haver uma parceria entre a população, serviços públicos e privados para que outros produtos possam acontecer mais rápido e atenda o povo urgentemente. “Nesse momento é importante essa parceria 3Ps: povo, público e privado, para que a gente possa produzir alguns processos de agilidade menos burocrático para chegar até a população que mais precisa e urgente”, afirmou.

O presidente reafirmou que embora as favelas passem por muitas dificuldades sociais e escassez de direitos básicos, a população vulnerável tem conseguido se equilibrar em meio à pandemia.

Loading...
Revisa el siguiente artículo