O incrível caso da mulher que tem uma rara alergia à própria saliva, suor e lágrimas

Por Rodrigo Almeida

Uma estudante norte-americana de 21 anos não pode tomar água sem cortar a boca. Ela não pode praticar exercícios sem sofrer coceira incontrolável por todo o corpo, febre e enxaquecas. Até ir aos prantos pode causar alergia na própria pele.

Tessa Hansen-Smith sofre uma raríssima reação alegria à água. Segundo o sítio estrangeiro The Sun, a doença conhecida como urticária aquênica foi descoberta porque a mãe de Tessa, médica geral, notou a reação quadno ela tinha 12 anos.

As primeiras suspeitas eram o shampoo ou sabonete. Com o tempo, elas perceberam que o problema não passava e, à medida que ela envelhecia, a doença tornava-se pior.

Atualmente, a menina toma 9 antialérgicos para mitigar os sintomas. No entanto, como uma condição congênita e incurável, Tessa tem que se contentar em conviver com o problema.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo