Descobrem o passado macabro e assustador do casal que matou 2 filhos e planejou a morte dos outros quatro

Por Rodrigo Almeida

Um casal chocou o Reino Unido depois de assassinar os dois filhos mais velhos em maio deste ano. Os dois tinham uma relação de mais de 21 anos, e somente nesta semana, quando o julgamento estava para ser finalizado, uma notícia chocante veio à tona:

Richard Machin, 39, e Sarah Barass, 35, são irmãos. De acordo com o portal Daily Mail, os dois começaram a se relacionar sexualmente durante a adolescência, quando Sarah tinha 14 anos. Além disso, assistiam filmes de terror juntos e matavam ratos de estimação para se divertirem.

Os dois foram condenados a passar a vida na prisão depois de matar Tristan, 14, e Blake, 13, e por conspiração e tentativa de assassinato dos demais quatro filhos que compartilhavam.

O casal tentou intoxicar as crianças com uma overdose de pílulas, mas o plano se mostrou ineficiente. Foi então que decidiram estrangular os dois meninos mais velhos e afogar um bebê de três anos na banheira.

No meio do afogamento, Sarah se deu conta do que fazia e ligou para a polícia confessando a trama e os assassinatos.

Passado conturbado e declaração assustadora

Richard e Sarah viviam em Sheffield e tinham três outros irmãos. Os dois eram próximos na adolescência e, aos 14 anos, Richard foi separado da família pelo serviço social. Quando recebeu liberdade legal e deixou o sistema social, eles voltaram a se relacionar.

Durante os 20 anos de relação, ocasal teve 6 filhos planejados. As crianças acreditavam que Richard era um tio atento que cuidava delas como se fosse o pai. Os dois diziam a elas que o pai morrera na Segunda Guerra Mundial, há mais de 70 anos.

O mais novo dos irmãos do casal, Martyn, contou ao serviço social, dez anos antes da tragédia, que os dois eram “maldosos desde sempre" e "um era pior que o outro”.

“Nós tínhamos ratos de estimação. Um dia cheguei em casa, e eles estava caçando os animais, pisando neles e rindo. Eu tentei pará-los, mas eles eram bem mais fortes”, revela.

O rapaz ainda se referia aos dois como psicopatas e essencialmente maldosos. Dez meses antes dos assassinatos, Sarah fez uma postagem no facebook que causa arrepios. Ela usou uma frase do renomado escritor Stephen King que diz:

“assassinato é como bata frita; você não pode parar depois da primeira”.

Segundo a mídia inglesa, os dois resolveram matar as crianças porque o serviço social estava fechando o cerco contra a família e eles corriam risco de perder a guarda das crianças a qualquer momento se comporvassem o incesto.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo