Cadela fica cega após estresse causado por fogos de artifício

Por Victória Bravo

A história de Suzy, uma cachorra que ficou cega após o estresse causado por fogos de artifício, reabriu o debate sobre como a pirotecnia afeta os animais.

De acordo com o Metro Reino Unido, embora o incidente de Suzy tenha ocorrido há quatro anos, a dona do animal, Margaret Adams, de 85 anos, decidiu compartilhar sua história para que as regras sobre o uso de fogos de artifício sejam revistas.

“Estávamos sentados e assistindo televisão quando alguém começou a soltar fogos de artifício. Ela sempre fica muito estressada quando eles começam e tentou escalar as paredes e entrar em um canto escuro.  Não notei nada até o dia seguinte, quando seus olhos pareciam diferentes. Então eu a levei ao veterinário. (…) Agora ela tem glaucoma nos dois olhos. Ela não pode ver nada”, explicou a senhora.

Quatro anos após o que aconteceu, Suzy continua sofrendo as consequências, conforme relatado por sua proprietária.

“Não consigo acalmá-la. Tenho uma camiseta anti ansiedade para ela e suplementos veterinários para tentar mantê-la calma.  Não quero privar outras pessoas do que elas gostam de fazer, mas gostaria que elas fizessem isso dentro de um período de tempo para que possamos estar preparados e os cães não ficarem assustados. Ou qualquer pessoa, não apenas os animais", acrescentou.

A cadela Suzy foi um presente da filha de Margaret após a morte do seu marido: “Ela me deu apoio em momentos terríveis, era minha companheira. Ela ainda é, mas de uma maneira diferente. Agora eu estou cuidando dela mais do que ela de mim”, concluiu.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo