Mulher entra em coma depois de ser arranhada por gato de pedigree

Por Rodrigo Almeida

Shirley Hair, 65, quase morreu depois de ter sido arranhada pelo gato. Ela desenvolveu falência de órgãos, sepse, pneumonia e uma infecção conhecida como fasciíte necrosante.

A mulher teve que correr ao hospital depois de sofrer um arranhão na região do punho. Em menos de dois dias, o arranhão ficou avermelhado e a coceira se espelhar pelo braço.

No hospital, a aposentada foi direto para a mesa de cirurgia para que o tecido infectado pudesse ser retirado. Como medida recuperativa, Shirley foi induzida ao coma para acelerar o processo.

A mulher contou ao portal de notícias do Yahoo que ela estava jardinando no dia em que foi arranhada. “Eu fui fazer um carinho nele e como era arisco me arranhou profundo”, disse a Sra. Hair.

Ao voltar para casa e depois de dias se recuperando, a mulher doou o gato de pedigree que custou cerca de 400 libras (2 mil reais).

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo