Homem usa serra elétrica para cortar 'nariz' de peixe-serra

Chad Ponce, de 38 anos, pode ser condenado a até um ano de prisão, além de multa de US$ 50 mil

Por Metro Jornal

Um habitante de Jacksonville, na Flórida (EUA), confessou ter utilizado uma serra elétrica para atacar um peixe-serra-de-dentes-pequenos em julho de 2019. O animal, cujo nome científico é Pristis pectinata, é uma espécie ameaçada de extinção.

Chad Ponce, de 38 anos, fez sua confissão na segunda-feira (4). O crime ocorreu em alto mar, na costa de Ponte Vedra, onde Chad havia estacionado seu barco.

Chad Ponce, homem que cortou o maxilar de um peixe-espada Reprodução/Facebook

O incidente foi reportado no mesmo dia por testemunhas que, em ligação à delegacia local, alegaram ter visto um homem em uma embarcação, cortando fora parte de um peixe ainda vivo.

O caso foi transferido para a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos e também encaminhado para a Comissão pela Vida Selvagem da Flórida. Esta última foi envolvida na investigação devido ao status de "ameaçada" da espécie.

Após negação inicial da parte de Chad Ponce, múltiplas testemunhas procuraram a polícia, uma delas trazendo uma gravação em vídeo do momento. Outros indivíduos que colaboraram no caso disseram ter visto o homem movimentar-se no barco para pegar uma serra elétrica – que seria a "arma do crime".

Depois de cortar a "serra" do animal – que, de fato, se trata de um maxilar superior bastante alongado –, Chad teria jogado-o novamente na água.

A sentença de Ponce será divulgada em 19 de dezembro.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo