Mulher usava mola como DIU para não engravidar na China

Por Metro Jornal

Grávida de 5 meses, uma paciente cujo nome não foi divulgado chegou ao hospital em Minzhong, na China, para realizar um procedimento de aborto.

Mas durante o exame, a ginecologista encontrou um corpo estranho na vagina da paciente. Um raio X mostrou que ela tinha uma mola de metal que, segundo a ginecologista, a mulher acreditava funcionar como um DIU (dispositivo intrauterino para evitar gravidez).

raio x Foto: Reprodução

Foi necessário um procedimento cirúrgico para retirar o objeto da vagina da paciente. A peça teve que ser recortada em elos, uma vez que já estava coberta de tecido humano.

"Ela pensou que inserindo uma mola dentro de seu corpo preveniria gravidez. Ela encontrou o objeto no chão do local onde trabalha, lavou e inseriu. Não ficou claro o que faz para viver. Ela fez isso há cerca de seis meses. Isso é totalmente anticientífico e muito antihigiênico˜, disse a ginecologista Fu Junhong.

Com informações do Unilad.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo