Policial ajuda pai a fazer parto do filho por telefone

Por Metro Jornal

Elcio Lima estava em sua casa, em Embu das Artes, quando sua esposa entrou em trabalho de parto. Já era madrugada. Como mora em local de difícil acesso, sabia que não tinha tempo para chegar ao hospital e não havia ninguém próximo para socorrê-los.

“Quando eu me vi naquela situação, entendi que precisava de ajuda. Como já tinha ouvido histórias da PM realizando partos, liguei para o 190. Quando ouvi “PM Emergência”, pensei: agora estou salvo”, lembrou o pai.

Naquela noite, a sargento Silvânia Elísiario da Rocha estava de plantão no Centro de Operações da Polícia Militar (Copom), e foi ela que, pelo telefone, orientou Lima sobre como realizar o parto do próprio filho.

A policial conseguiu acalmar o pai desesperado e foi acompanhando o casal e transmitindo passo a passo as informações para que o casal conseguisse realizar o parto. "Estamos juntos", repetia para acalmá-los. No final, tudo deu certo e a criança nasceu saudável.

“Eu acredito que as pessoas estão nos locais certos, nas horas certas. Naquele exato dia e horário foi dada a missão para mim, e Deus me ajudou a orientá-lo [Elcio] para que fosse os meus olhos e minhas mãos naquele momento e local. Eu me sentia lá verdadeiramente”, contou Silvânia, que é mãe de duas meninas.

Na última sexta-feira, a policial foi conhecer o casal e o filho que ajudou a trazer ao mundo, o pequeno Enzo Gabriel.

“Foi Deus que mandou a senhora [Silvânia] para falar comigo. Ninguém apareceu para me ajudar, apenas você", disse o pai, emocionado.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo