Cantor está internado há semanas com ereção persistente após uso de remédio

Por Metro Jornal

O cantor e escritor galês Danny Polaris está internado há cerca de duas semanas em Berlim, na Alemanha, com um quadro grave de priapismo. O músico recebeu uma medicação para disfunção erétil diretamente no pênis, aplicada por um enfermeiro com quem ele estava se relacionando. Importante: ele não tinha prescrição médica para usar o remédio.

Em suas redes sociais, Polaris relatou a história e lançou uma vaquinha online para bancar as despesas médicas. O músico contou que as complicações surgiram dois dias após ser medicado pelo parceiro. Polaris sentiu dores fortes no órgão sexual e foi levado ao hospital. Segundo ele, é um novo tipo de medicamento.

Apesar das piadas costumeiras sobre a capacidade de se manter ereto por dias, o priapismo é muito perigoso, como destacou o cantor de jazz. "Passei por uma porção de procedimentos cirúrgicos dolorosos. Tenho chorado frequentemente por causa de medo e dor. Eu posso nunca mais ter uma ereção novamente. É complicado e os médicos não sabem ainda o que vai acontecer", relatou.

Radicado na Alemanha, Polaris contou que iniciou em um trabalho recentemente e perdeu dinheiro com shows e compromissos cancelados. Por isso a vaquinha. "Eu vou precisar de mais cirurgias no futuro, meu salário baixo pode não ser suficiente. Preciso de Reiki e acupuntura para ajudar a acelerar minha cura. O pênis é um órgão muito complicado", completou. "Se vocês, seus amigos ou sugar daddies puderem me ajudar com uma doação, eu agradeceria muito", contou.

 

 

 

 


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo