Vídeo impressionante revela tubarões canibais; embrião mais velho caça e mata irmãos ainda no útero

Por Victória Bravo

A National Geographic conseguiu capturar um vídeo impressionante em que um tubarão branco de quase 4 metros de comprimento é quase cortado ao meio pela mordida de outro animal da mesma espécie.

De acordo com o Metro Reino Unido, as imagens foram gravadas na Costa Dourada da Austrália e pertencem ao novo documentário da emissora, Cannibal Sharks.

“Este é um enorme tubarão. Ele tem 12 metros de comprimento, mas olhe para o tamanho dessa mordida, é absolutamente enorme. Você precisa de uma imensa quantidade de energia para dar uma mordida em outro tubarão assim – e tem que ser bem grande” , analisou o professor Mark Meekan, do Instituto Australiano para Ciências Marinhas.

O documentário revela muitos cadáveres de tubarões são encontrados mutilados, de movo que somente suas cabeças permanecem, o que confirma o comportamento canibal do animal.

Outro vídeo do documentário revela que o canibalismo do tubarão começa ainda no útero. As fêmeas da espécie tubarão-tigre- da-areia, por exemplo, possui dois úteros e muitas vezes concebem seis ou sete embriões em cada útero de uma vez. No entanto, elas geralmente só dão à luz dois filhotes.

Novas tecnologias conseguiram confirmar que isso acontece porque quando o embrião mais velho desenvolve olhos e dentes, ele começa a caçar e matar seus irmãos no útero. Confira no vídeo a partir do minuto 1:

Segundo o especialista Yannis Papastamatiou, do Laboratório Predador de Ecologia e Conservação da Universidade Internacional da Flórida, os tubarões “apenas caçam”.

Diferente dos mamíferos, , que têm razões muito mais complexas para praticar o canibalismo, é comum que o tubarão enxergue sua presa apenas como “comida”.

 


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo