Uma adolescente matou a amiga porque pensava que ficaria rica com as fotos do crime

Por Rodrigo Almeida

Parece enredo de filme. Daqueles bem macabros e bizarros, no entanto, a vida é capaz de imitar a dramaturgia até das formas mais horripilantes. Um anúncio de internet foi responsável pela morte de uma jovem no estado norte-americano do Alaska.

Tudo começou quando um rapaz de 21 anos chamado Darin Schilmiller postou um recompensa no valor de nove milhões de dólares (cerca de 34,8 milhões de reais) para quem violasse e matasse uma pessoa no remoto estado. Darin se passava por um milionário de nome “Tyler”.

A promessa de dinheiro fácil seduziu a Denali Brehmer, 18, que bolou um plano para matar a colega Cynthia “CeeCee” Hoffman, 19, que, segundo a família, tinha leves sinais de retardo mental. O plano deveria levar em conta alguns pontos levantados pelo suposto milionário: 1) tirar a calcinha da vítima; 2) produzir um pornô, e 3) fazer parecer um jogo de imitações.

Com essas informações Denali e Kayden Mcintosh, um amigo, levaram a menina para uma zona remota, onde executaram o plano. Depois de finalizado, “Tyler” deveria receber as fotos e enviaria o pagamento. Contudo, o milionário não era quem ele dizia ser.

Brehmer alega que a menina morreu devido a um tiro na cabeça disparado por Kayden e logo foi jogada em um rio próximo. Segundo a adolescente, isso não estava no plano. De acordo com o sítio estrangeiro Infobae, além dos dois, outros adolescentes estão sendo processados pela morte de CeeCee.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo