Foi caçar rinocerontes e acabou pisoteado por elefantes e devorado por leões

Por Metro Jornal

O Parque Nacional de Kruger é um santuário para animais selvagens localizado na África do Sul. No local, é expressamente proibido caçar, mas isso não impede que alguns caçadores violem a lei em busca de rinocerontes, cujos chifres valem uma fortuna por suas propriedades na medicina de países como a China e Vietnã.

Mas nem sempre são os caçadores que levam a melhor. Nesta segunda-feira, o departamento responsável pela segurança do parque informou que um caçador ilegal foi morto há alguns dias. A causa está longe de figurar no ranking de mortes prováveis: ele foi pisoteado por um elefante.

A família havia alertado a direção do parque para o desaparecimento do marido, e guardas varreram o parque em busca dele, mas descobriram outra coisa terrível: seu corpo foi devorado por leões, e só sobrou um crânio, achado na última quinta-feira

Quatro cúmplices do caçador foram presas.

"Entrar ilegalmente e a pé no parque nacional Kruger não é prudente", disse o diretor do local, Glenn Phillips.

Com informações do Extra.

 

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo